Crianças Mimadas X Pets

Quantas vezes você já viu uma criança maltratando um animal de estimação? Muitas?

Isso é um fato corriqueiro ao qual devemos ficar atentos, impedir e corrigir imediatamente. Os pais tem total responsabilidade pelas atitudes de seus pequenos. Na maioria das vezes mimando, ou pior, dando o mau exemplo.

544943-Maus-tratos-contra

Não se engane. A possibilidade dessa criança crescer tendo uma noção distorcida de respeito e tornar-se um adulto frio de caráter duvidoso existe.

 

Os animais de estimação tem uma importância tremenda na construção da personalidade de crianças. Eles ativam sentimentos de afeto e responsabilidade. Uma criança com um filhote no colo tanto pode demonstrar movimentos delicados como movimentos descuidados. Observando percebemos se há um olhar de gratidão ou de terror em seu amigo peludo. Você já viu um animal de estimação sendo segurado por uma criança ou adulto com terror em seus olhos? Sufocado e desesperado para fugir? Não é legal. Não se pode pegar um ser vivo como uma boneca ou um carrinho. Jogar de um canto pro outro. Deve-se ensinar seus pequenos que esses companheiros que nos seguem têm sentimentos de felicidade, dor ou medo como nós humanos.

 

A atitude de cada criança também diz muito a respeito de seus pais. Nosso comportamento de adulto é algo que influência diretamente. Quando desrespeitamos quem está a nossa volta, na frente de crianças, aos olhos delas pode ser normal e tornar-se parte da rotina familiar. Isso inclui certamente como tratamos os animais com os quais convivemos.  Eles repetem esse tratamento com o gato, cachorro ou o coleguinha na escola. Atitudes ofensivas e violentas também se aprende em casa, infelizmente. Não é repetitivo dizer que é nossa RESPONSABILIDADE dar o bom exemplo.

 

É claro que não podemos dizer que as situações adversas de relacionamento familiar são de fácil solução. A vida é difícil e às vezes cruel. Mas temos total possiblidade de encontrar o caminho mais saudável e influenciar nossos filhos, sobrinhos e quem estiver a nossa volta de uma forma positiva. Exercer influência é uma responsabilidade. Exercer influência é o que te torna um bom pai e mãe ou um péssimo pai e mãe. Está em nossas mãos.

 

Por isso passar a mão na cabeça de nossos filhos após o erro é exemplo de como não se deve agir.

 

Não é lindo uma criança segurando um filhote? Quando os olhares brilham e o sentimento de felicidade é mútuo? Fica nítido. Essa pureza às vezes é natural. Às vezes os pais não são exemplo razoável de adulto, porém seus filhos já nascem com um amor incondicional. Às vezes já nascem com essa bondade enraizada em seu interior. Acontece. E ai nenhuma atitude desumana vai mudar essa criança. Gratidão a natureza humana que pode ser incrível.

 

Por isso muito cuidado. Torna-te um adulto amoroso, gentil, aplicando o bom senso nessas situações e de forma natural torna-te um espelho ao teu filho. Ensina o amor que ele muda o mundo.  Ensina o cuidado. Aplica limite onde necessário. Ensina a intensidade. Demonstra o senso de humanidade. Ensina que a gratidão evolui seu espírito e o privilégio de conviver com seu animal de estimação é imensurável. Ensina o respeito. Na condição de pais é nossa responsabilidade.

    Comente...

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>