RAÇÃO ÚMIDA – PRÓS E CONTRAS

Existem muitas dúvidas com relação às rações úmidas como, por exemplo, se ração úmida faz mal, se é saudável, se o animal vai aceitar a ração tradicional depois de experimentar o sachê, entre tantas outras. Por isso, hoje, vou responder essas e outras dúvidas. Confira:

Ração úmida faz mal?

Ao contrário do que alguns pensam, as rações úmidas têm nutrientes balanceados para a dieta de cães e gatos e, por isso, não fazem mal aos nossos pets. Muitas pessoas utilizam a ração úmida como petisco, ou seja, como um agrado para o animal. Se essa for a sua intenção, cuidado! Por serem mais palatáveis, o animal pode deixar sim de comer a ração seca.

Por ser balanceada e nutritiva, a ração úmida é uma ótima opção de alimento para nossos bichinhos. No mercado, existem diversos tipos de ração úmida. No entanto, é sempre bom lembrar que, antes de escolher uma ração para seu pet (seja ela úmida ou não), é importante conversar com seu veterinário de confiança para que ele indique opções de rações de acordo com as necessidades nutricionais do seu cachorro ou gato.

Ração úmida para gatos

Para os gatos, a ração úmida apresenta ainda mais vantagens. Os gatos utilizam a proteína como fonte principal de energia, que é o ingrediente presente em maior quantidade nas rações úmidas. Além disso, alguns gatos castrados ficam mais suscetíveis ao aumento de peso e, por isso, se suas dietas forem compostas apenas por ração seca, que possui como base o carboidrato, as chances de ficarem acima do peso aumentam.

Além disso, gatos também possuem predisposição às doenças do trato urinário devido ao hábito de beberem pouca água, então aí está mais uma vantagem da ração úmida. Seu teor de umidade é de 80%, contra 10% da ração seca, evitando a formação de cálculos urinários.

ração úmida para gatos

Ração úmida para cães

Os cachorros, por sua vez, utilizam como fonte primária de energia o carboidrato, assim como os humanos. No entanto, isso não significa que eles não podem consumir rações úmidas. O ideal é balancear. Para saber a quantidade correta de acordo com as necessidades nutricionais do seu cão, o melhor é consultar um veterinário de sua confiança!

FONTE: PetLove.

    Comente...

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>